Voltar
Depressão

Depressão

A Depressão, segundo o CID 10 (classificação internacional de doenças) é uma doença psiquiátrica crônica e recorrente que produz uma alteração do humor caracterizada por uma tristeza profunda, sem fim, associada a sentimentos de dor, amargura, desencanto, desesperança, baixa autoestima e culpa, assim como a distúrbios do sono e do apetite.

É importante distinguir a tristeza depressiva com aquela transitória provocada por acontecimentos difíceis e desagradáveis, mas que são inerentes à vida de todas as pessoas, como a morte de um ente querido, a perda de emprego, os desencontros amorosos, os desentendimentos familiares, as dificuldades econômicas, etc. Quando a tristeza for frequente, sem explicação e muito tempo após o ocorrido, aí sim pode haver um diagnóstico depressivo ou não, lembrando que há três diferentes graus: leve, moderado e profundo.

A causa muitas vezes é consequência de um trauma muito impactante, doença ou até mesmo o uso de drogas e bebidas alcoólica por um longo período.

Além do estado deprimido (sentir-se deprimido a maior parte do tempo, quase todos os dias) e da anedonia (interesse e prazer diminuídos para realizar a maioria das atividades) são sintomas da depressão:


- Alteração de peso (perda ou ganho de peso não intencional);


- Distúrbio de sono (insônia ou sonolência excessiva praticamente diárias);


- Problemas psicomotores (agitação ou apatia psicomotora, quase todos os dias);


- Fadiga ou perda de energia constante;


- Culpa excessiva (sentimento permanente de culpa e inutilidade);


- Dificuldade de concentração (habilidade diminuída para pensar ou concentrar-se);


- Ideias suicidas (pensamentos recorrentes de suicídio ou morte);


- Baixa autoestima;


- Alteração da líbido.

O estado depressivo pode ser um sintoma secundário de uma doença, por isso é muito importante não auto diagnosticar.

Agende uma consulta

Venha nos conhecer

Você é a maior prioridade.